domingo, 15 de novembro de 2009

11 de Novembro - S. Martinho

Domingo tempestuoso, bom para ficar em casa e recordar a semana. Então há que recuar até ao Dia de S. Martinho e lembrar os belos momentos de confraternizão passados junto a amigos, na companhia de deliciosas castanhas e de um bom vinho. Para que a tradição nao se perca. Coisa de velhos

A parte da tarde começou no Café Progresso, onde pacientemente esperamos que algum ex-camarada dos nossos velhos tempos militares, das Caldas até à Guiné, apareça. Reunião habitual em todas as segundas terças-feiras de cada mês. As castanhas vieram camufladas da Tabanca de Matosinhos, local de encontro de outros ex-camaradas, mas aqui todas as quartas-feiras.

Seguiu-se depois o trajecto por outras picadas e fomos dar ao Rei dos Cachorros, não só para matar os desejos do Moreira como para manter a tradição da visita às capelinhas. As capelinhas já não são o que eram, mas para o efeito serviu. Por esta altura o Dias já tinha desertado. Mas paciência. Lá mais para a frente, seguimos em romagem até ao Abreu, que nos deu a provar um tinto verde novo, que daqui a dois meses deve ser de fazer cair para o lado. Não sem antes termos embutido uns pregos especiais, desejos do Bioxene, que isto de comer só castanhas não enche a mula.A noite estava quási no fim, e para a posteridade fica registado que estávamos todos lúcidos e nada etílicos, salvo seja.As fotos n�o entraram na ordem como deveria ser, coisa que não sei explicar o porquê, mas aqui começou o início do dia de S. Martinho. Na famosa sala do Milho-Rei, onde a Tabanca de Matosinhos confraterniza todas as quartas-feiras. Estavam 50 seguidores deste Santo tão geitoso de comes e bebes.

Por curiosidade apenas, aqui fica mostrada a obra-prima de um artista, complementada com uma aguardente velha de Vinho do Porto. Tudo obras de ex-camaradas. Para leiloar em breve.

E porque hoje é domingo sem futebol, vou beber uns púcaros não sem antes mandar esta cena para os amigos que estão todos chateados lá em casa sem ter nada que fazer.

Até breve. E não se esqueçam: S. Martinho é sempre que um homem - e mulher - quiserem

5 comentários:

Anónimo disse...

Sim na realidade, estamos em casa e sem nada fazer, com este tempo,
não dá para sair de casa, a não ser receber estas brincadeiras dos amigos ,
para passar o tempo.
Também vou agora comer umas castanhinhas, e beber uma jerupiga,
pois S. Martinho é sempre que nós queiramos.

Um resto de bom Domingo...


Abraço
Manelita

Anónimo disse...

Prezado Portojo

Gostei.Ter amigos é muito bom.A sua turma é bastante animada.
Qual deles é você?
Abraços

M.Heloisa

Lu disse...

Oi, Jorge ,eu gostaria muito de saber que são púcaros ????
gostaria de beber tb....se for coisa boa claro...rsrrsrs...
gostei de ver estas cenas entre amigos...e este leilão quando será?
Viva São Martinho!!!!...
beijos e boa noite.....

Lu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

CAMARADA AMIGO
A bobadeira ainda está contigo?

Então é ás segundas terças-feiras de cada mês no Café Progresso?
Fez no dia de S. Martinho 5 anos (cinco)que é sempre ás
SEGUNDAS QUARTAS-FEIRAS DE CADA MÊS

Veja s'atina ó se Tino, senão não vai mais vinho p'rá sua mesa, e faça lá a respectiva correcção, senão...

...e Um abração, plim, plão...
...e cuidado com os manfios das quartas-feiras.

cumprim/jteix

Ps: agora que estava a adorar os quadradinhos a substituir as letrinhas! aaahhh!!!cuidado|
jt