terça-feira, 6 de julho de 2010

Ao correr da pena

Mãos amigas têm-me feito presentes que francamente não sei como agradecer. Lucci Belló quer que edite um livro que terá este aspecto. Obrigado minha amiga pela maqueta. Vou começar a pensar nisso.
Espero ter uma camiseta reservada com este maravilho aspecto, produção da amiga F. de Holanda, que há um mês teve a gentileza de me mostrar o seu trabalho.
Pena já não ser muito útil. Mas em 2.014 ela voltará às bancas.
Especialmente recomendadas para a Lu de Juazeiro, que está em Liverpool a fazer uma dieta de comida para grilos e afins, estas iguarias que devem ter sido inventadas pelo menos há dois séculos. Se é onde eu penso, no local onde se situava esta Casa, estava ainda há uns 20 anos, um pequeno café, onde não conheciam o famoso Cimbalino do Porto. Eram só "Bicas" e "Garotos". E "Italianas". Mas tinham uns pasteis de nata que não ficavam nada a dever aos de Belém.
Aqui iniciava a minha subida matinal para a Gomes Freire. Estão a pensar em quê seus libidinosos. Nem ia à PJ nem ver os "meninos" transformados em "meninas".
Do Canadá, e em primeiríssima mão, o camarada Luís Guerreiro fez-me chegar esta edição do África Adeus. Desculpa meu amigo, mas acho que não terei coragem para ler o que em breve deve ser um Best-Seler. Mas se tivesse uns prefácios e prosfácios do Jorge Jesus e do Prof. Marcello era mais que garantido.
Mas falemos de coisa sérias.
Não, não é do filho do Ronaldo nem da mãe incógnita. Nem da namorada russa que lhes perdoa aos dois, talvez deva dizer aos três, e que está mesmo, mesmo a chegar ao Algarve para ajudar a criar o pimpolho. Para essas coisas existem os jornais e s TV's, sejam ou não pagas por nós, para nos darem a conhecer, em grandes manchetes e reportagens, todas estas estórias.
Então, deixem-me seguir.
Da minha amiga Gisele, a Claudinha, a carioca mais portuguesa de todo o Brasil, recebi a foto desta linda pintura de sua autoria: Porto na Flor é o título que lhe deu. Parabéns querida amiga e o meu obrigado por gostares tanto do meu Porto. Para os que não conhecem a Cidade, a imagem dentro de flor é a Ponte da Arrábida.
Por último, uma saudação muito especial para a amiga Alda, gaúcha de dois costados, pois os outros dois são de Portugal e especialmente do meu Porto. Amante da natureza, saudosa das nossas sardinhas, enviou-me entre outras, esta magnífica foto. Obrigado amiga querida.
S O C O R R O

Sou a Mãe Natureza,
pari MEUS FILHOS e te ofertei de graça
espalhanfazer-os pelo mundo.

Que fizeste? Onde estão?
Os rios,
São lágrimas tingidas e poluídas.
O lixo nossa degradação
é Sangue do coração no Sufrágio das Águas.
O verde das matas,
geradores de oxigénio e abrigo,
jazem incinerados no funeral de fauna e flora,
clamando por um castigo.

Carvão das Consciências
Destruindo a Existência.

Choram Lágrimas Ácidas, das nuvens modificadas,
e A Chuva, sem paciência, já não cai benfazeja.
Relampejam os astros
em motes como desencontradas.

Morre o ventre da terra
e os desertos se expandem.
Ondas e Marés respondem
e avalanche de mil destruições.

Onde estão as aves de canto,
onde o Verde que é Vida
Onde invernos e verões,
Com Tanta oferta perdida?

Alda Paulina - 17-03-2010.












6 comentários:

Gisele Claudya disse...

Que emoção ter uma das minhas humildes pinturas em teu espaço. Obg, querido.
Amo Portugal e amo-te tbbbbbbbbbbbb.
Beijocassssssss

Lu disse...

Meu amigo,quanto carinho que tu dedica a tuas amigas,eu fico super vaidosa por te lembrares de mim,aqui tao distante,neste vale perdidos de vegetais e cia.Saudade de meu Juazeiro e minha carninha de bode.
Porem, nao tem sido tao mal.
Mais nao nego que ta sendo dificil de aguentar ,vez ou outra dou umas fugidinhas,e saio da seleta.
A tua amiga Luci tem razao na ideia do livro.Eu sempre te achei um excelente escritor,jornalista ,pois publica materias como ninguem,e faz com que as pessoas compreendam perfeitamente onde queres chegar , aceita criticas ,da mesma forma que recebe elogios,diante do que escreve,sem restricoes,pois va em frente na ideia ,que ja vi que tem mais pessoas a te incentivar ,inclusive eu .
Adorei o quadro da Gisele,esta lindo.
Enfim ,tu e um carinho em pessoa ,
e so posso dizer que te adoro de montao meu amigo.
Beijos ca de Liverpool,rsrrss.

"Jo corrige ai o que precisar e publica,meu Jorge Amado"de Porto.

Anónimo disse...

Caro amigo Portojo


Era justo e tu és merecedor dessa sugestão literária,

No entanto gostaria de te sugerir se me permitires a exposição fotográfica desse teu Porto de que tanto amas.

Por aquilo que tens feito e o favor de partilhar comigo, material não te deve faltar para o evento.

Pensa nisso.


Um abraço


Mário Pinto

Anónimo disse...

Sim Jorge,
são belos presentes, e
acharás uma maneira de agradecê-los, ou melhor,
já o estais fazendo publicando o que recebes, e teus amigos e amigas
recebendo e vendo teus trabalhos.
Eva

ANTÓNIO SANTOS disse...

Amigo Portojo

Tens a arte e o engenho de, escrevendo o que sentes, fazes chegar a nós, visitantes deste teu blog, conhecimentos da tua terra que eu também conheço. Porto e Vila Nova de Gaia trazem-me enormes saudades do início da década de 70. Belíssimos meses que aí passei.

Um abraço
António Santos (Tomanel)

Santos Oliveira disse...

...Em Livro, em DVD ou em outro qualquer suporte, a tua Obra, é... OBRA.
Ora uma Obra deve ser dignificada e partilhada por quantos gostam de Boas Obras.

Abraços